Slide Show


 

Banner

Associação Projeto Vida Nova PRECISA DE TODOS NÓS

Publicado em: 12/11/2018 às 16:39 - Categoria Cidadania
Total de visualizações: 125

Atualmente a Associação Projeto Vida Nova de Perdões possui três funcionários, ou melhor, um funcionário na CLT e dois são voluntários e pelo serviço que prestam merecem ser remunerados.
No dia 1º de outubro, Cleusa, Jeremias e Patrick estiveram na 18ªReunião Ordinária da Câmara Municipal de Perdões onde falaram sobre o trabalho da entidade e pediram o empenho dos vereadores pois o valor que recebem atualmente da Prefeitura não é suficiente para manter esse projeto.
A nova diretoria enviou um ofício ao Prefeito Municipal pedindo a continuidade da implementação da subvenção já efetivada para o ano de 2019, no total de R$84 mil em parcelas de R$7 mil para atender seus custos de manutenção e sustentabilidade (ofício nº149/2018 em 12/09/2018).
Atualmente recebem um valor mensal de R$3.538,46 (três mil quinhentos e trinta e oito reais e quarenta e seis centavos), sendo que seus gastos fixos são R$4.065,00 (quatro mil e sessenta e cinco reais).
Vale lembrar que isso impossibilita, inclusive, dar um atendimento digno às crianças e adolescentes que procuram e precisam da entidade.
Cleusa cozinha, faz limpeza e tudo o que é possível pela entidade.
Em setembro de 2018 foi eleita a nova diretoria que assim ficou composta: presidente – Gustavo Tadeu de Alvarenga; vice-presidente – Paulo Alvarenga Santos,1ª tesoureira – Rosélia dos Santos Camilo Matias, 2ª tesoureira – Jocivane Cristina da Silva, 1ª secretária – Sônia Aparecida da Silva, 2ª secretária – Josilene Carvalho Pereira.
Conselho Fiscal: Karine Pereira dos Santos, Geraldo Antonio dos Santos, Luiz Sérgio de Pádua, Vitor de Arimatéia Alvim, Roseli Pacelli Freire. Conselho Consultivo: Gaspar Pinto da Silva, Ivone de Castro Silva e João Batista da Silva.
A APVN precisa da atenção e comprometimento dos segmentos da sociedade. Fala-se, escreve-se tanto ”responsabilidade social”, mas onde está a prática?
A Projeto Vida Nova não precisa de migalhas, pois ela realiza um trabalho muito importante à sociedade.
Vale ressaltar que não são apenas crianças e jovens em vulnerabilidade social, mas seres humanos que se bem encaminhados, assistidos, se tornarão cidadãos atuantes para o progresso da nossa cidade, do nosso Brasil.


por Regina Bertoni


MAIS LIDAS


anuncie