Slide Show


 

Banner

Nos afastamos de Deus?

Publicado em: 24/12/2018 às 12:11 - Categoria Opinião
Total de visualizações: 384

Voltamos a sonhar.
Uma lavagem cerebral diária nos é feita para que nos afastemos de Deus. Consumismo desenfreado a aculturação de valores meramente mundanos a criação de ídolos de pés de barro fazem parte do nosso dia a dia.
Há mais de 20 anos nossa imprensa nos bombardeia com tudo o que há de mais nefasto e podre nesta terra.  Programas e novelas ensinam de tudo o que não presta. Como ser chefe de uma boca de fumo, como fazer um aborto, como enganar e trair o marido e a esposa. Nos ensinam que a pedofilia é uma doença e não um crime. Que trocar de sexo é tão simples como trocar de roupa, que sexo não deve ter limites e que tudo é possível em nome do prazer.  Que a família é uma instituição do passado e deva ser extinta. Que roubar, corromper, desviar dinheiro público é tudo uma questão de oportunidade e deva ser aproveitado.
As minorias devem ser respeitadas e protegidas. Mas querem impor sua percepção e valores acima das maiorias.
Nos escravizaram com um monte de incentivos e bolsas esmolas que colocaram o povo em um curral eleitoral.
Nossos filhos são ‘imbecializados’ em universidades caindo aos pedaços, seja em instalações, qualidade de ensino ou valores éticos e morais.
Até nossas igrejas se encheram de teorias, práticas, e ideologias anticristãs. A batalha é diária de um lado um monumental esquema, plano, de destruição do mundo ocidental Cristão. Do outro o Cristão que se gaba de estarmos em um país com liberdade religiosa, mas não percebe a perseguição e os planos diabólicos que nos pregam
Com o advento da internet muita coisa está mudando. Se por um lado é mais fácil o acesso às coisas erradas e más do mundo, por outro lado,  está dando a oportunidade de expressão a quem não tinha. As redes sociais deram voz, rostos e vez a quem não tinha como expor seus pensamentos. E as mobilizações se tornaram mais fáceis.
Veja: na época que só tínhamos os jornais,  apenas quem lia, tinha informação. O rádio deu oportunidade a quem não sabia ler, mas podia escutar. A TV nos deu tudo isto, mais o poder de ver os acontecimentos. Porém as redes sociais deram o poder de ler, escutar, ver, mas também de opinar. De concordar ou não com o que é nos apresentado,  de sermos ativos. De formarmos uma consciência mais livres e espontânea.
Sobre este contexto estamos nos preparando para encarar mais um ano da Graça de Deus.
Só que agora, vemos a oportunidade de voltarmos a sonhar. Sonhar com um país realmente mais justo, onde ideologias nefastas e fracassadas em todo mundo não nos sejam empurradas de ‘goela abaixo’. Sonhar com o fim da impunidade de políticos corruptos. Sonhar que em nosso governo existam homens que cultivam verdadeiros valores morais e Cristãos. Sonhar que nossas escolas e faculdades estarão a serviço do ensino da ciência, cultura, formando cidadãos e não zumbis sem cérebro.
Voltamos a sonhar em ver nossos filhos livres dos traficantes. Sonhar em ver os direitos aos humanos e não os direitos dos manos.
Não será fácil, é apenas o início. Levaremos uns 30 anos para corrigir, consertar e resgatar valores éticos. Existe toda uma máquina a ser desmontada. Uma estrutura criminosa a ser excluída de nossa pátria.
Tenho confiança e acredito nesta mudança. Devemos começar a resgatar estes valores em nossa própria casa, dentro das famílias nas igrejas.  Em nosso município. Expurgar da vida pública velhos caciques, velhas mentes acostumadas com o toma lá dá cá.  Afastar do poder aqueles que nada fizeram por nossa comunidade. Que usam do clientelismo da alta promoção para se destacarem e manterem-se no poder sem nada fazerem. E quando o fazem é para o proveito de grupinhos.
Lembro-me agora do neurologista austríaco Sigmund Freud que escreveu: O homem verdadeiramente enérgico e vitorioso é aquele que transforma em realidade seus castelos do ar.
Comecemos o construir o Brasil que você quer já. Não são os outros que têm que mudar, somos nós que devemos tornar realidade nossos sonhos.  Feliz 2019!


por Sandro Nery Lehkuhl


MAIS LIDAS


anuncie