Slide Show


 

Banner

Polícia Civil prende investigado pela morte do frentista de posto de combustível em Perdões

Publicado em: 30/03/2016 às 11:59 - Categoria Polícia
Total de visualizações: 5990

A Polícia Civil de Minas Gerais, por intermédio da 7ª Delegacia de Polícia Civil, deu cumprimento, em 29/03/2016, ao Mandado de Prisão Temporária em desfavor de R.A.S., apontado como um dos autores do delito que vitimou o frentista Carlos Alberto de Rezende Andrade, em 02/04/2015.
O investigado foi preso em 24/10/2015, na cidade de Nepomuceno pela tentativa de outro roubo a posto de combustível. Na oportunidade o indivíduo portava uma revólver calibre.32, mesmo calibre da arma que vitimou Carlos.
Por meio de análises periciais a Polícia Civil descobriu que a arma apreendida com R.A.S, no roubo em Nepomuceno, foi a mesma utilizada para ceifar a vida de Carlos.
Denuncias anônimas e depoimentos coletados nas investigações já apontavam o envolvimento de R.A.S e Willian Alves dos Santos, v. “Wilinha” (morto em 13/01/2016) no latrocínio de CARLOS.
O investigado negou envolvimento na morte de Carlos, todavia, confirmou ter adquirido a arma de Willian e o apontou como autor do latrocínio. O investigado também confessou que sabia que a arma que portava era a mesma que havia sido utilizada para matar Carlos e que Willian, inclusive, lhe confidenciou que sua intenção era roubar o posto, porém, ao engatilhar a arma, a somátoria de excesso de drogas com a mão suada, teria feito como que o cão do revólver escapasse, ocasionando o disparo acidental que teria acertado a cabeça de CARLOS.
O investigado R.A.S que já estava preso na cidade de Nepomuceno  pelo crime de tentativa de roubo a mão armada,  foi cientificado de seu novo mandado de prisão, ficando à disposição da Justiça para responder pelo crime de latrocínio, com pena de 20 (vinte) a 30 (trinta) anos.
Ao delegado Dr.Tiago Veiga Ludwig e sua equipe, o reconhecimento pela solução desse caso, fazendo assim a justiça ser cumprida.

Relembre o caso:  Na noite de 2 de abril de 2015, quinta-feira santa, por volta das 20h40min um jovem foi assassinado brutalmente enquanto trabalhava como frentista em um posto de combustíveis às margens da BR-381. O crime abalou a população de Perdões e cidades vizinhas.
Carlos Alberto Rezende de Andrade, 26 anos foi pego de surpresa, uma vez que as câmeras de segurança do posto registraram o momento em que ele foi baleado sem esboçar nenhuma reação, quando um elemento encapuzado e armado atirou na sua cabeça. Ele chegou a ser socorrido com vida na Santa Casa de Perdões, e devido à gravidade do ferimento foi encaminhado para um hospital em Lavras, mas não resistiu e faleceu na madrugada de sexta-feira (03).
O criminoso após atirar na cabeça do rapaz foi até o outro frentista e levou cerca de R$ 300,00 e fugiu. O suspeito escalou a mureta central da rodovia e seguiu sentido ao bairro Nossa Senhora das Graças.
(…)Carlos também era mestre-sala da Escola de Samba Litros e Latas, inclusive no sábado de Carnaval o Jornal VOZ registrou em fotos e filmagem toda a sua alegria na avenida…
(publicado na edição 543 do Jornal VOZ de 11 de Abril de 2015)



MAX

PW (1)

anuncie