Slide Show


 

Banner

Redução de vítimas fatais na rodovia Fernão Dias chega a 39% durante o primeiro trimestre de 2018

Publicado em: 17/04/2018 às 16:40 - Categoria Cidadania
Total de visualizações: 63
imagem ilustrativa

No trecho paulista da rodovia a redução chega a 75%

No trecho paulista da rodovia a redução chega a 75%

A Arteris Fernão Dias, responsável pela administração da BR-381 entre Contagem e Guarulhos, assumiu o compromisso de reduzir pela metade o número de óbitos na rodovia até 2020. Durante o primeiro trimestre deste ano, a concessionária registrou queda de 39% no número de vítimas fatais, em comparação com o mesmo período do ano anterior. De janeiro a março de 2017 foram 43 óbitos, já em 2018 o número reduziu para 26. Os dados reforçam a tendência de redução já verificada nos anos anteriores. Quando os registros são comparados com 2015, a queda chega a 50%.
“A redução de vítimas fatais na Fernão Dias é o resultado de ações permanentes de educação no trânsito e soluções de engenharia com foco na segurança viária. Foram 17 vidas salvas nos primeiros três meses de 2018, prova de que estamos no rumo certo. ”, afirma Helvécio Tamm de Lima, diretor superintendente da concessionária.
A concessionária investe constantemente em obras de melhorias e infraestrutura para garantir a fluidez no trânsito e a segurança dos usuários. As mudanças proporcionam tranquilidade no deslocamento dos condutores e contribuem para o desenvolvimento das comunidades ao longo do trecho. O resultado destes investimentos reflete também na queda do número de ocorrências e na gravidade dos acidentes. Os dados do centro de controle de operações também apontam para queda de 9% no total de feridos em acidentes. “Uma das nossas frentes de trabalho é a conscientização por uma condução mais segura. Durantes nossas campanhas, incentivamos atitudes responsáveis como o uso do cinto de segurança, por exemplo, que literalmente salva vidas em uma colisão”, explica o diretor.
Nos primeiros três meses de 2018, a redução no número de acidentes foi de aproximadamente 1,1% em comparação com 2017. Se os dados forem confrontados com 2015, a redução é ainda maior, e chega a 14%. De lá para cá, deixaram de acontecer 332 acidentes. Ou seja, os índices passaram de 2.278 para 1.946 acidentes, este ano. No trecho entre Brumadinho e Contagem, por exemplo, a queda no total de acidentes foi de 14%.  Já no trecho paulista da Fernão Dias, entre Vargem e Guarulhos, o número de vítimas fatais passou de 12 para três, redução de 75%.
Conforme pesquisas conduzidas pela concessionária, os acidentes possuem causas variadas, mas principalmente estão relacionadas à negligência dos motoristas quanto às normas de trânsito. “Muitos acidentes poderiam ser evitados se os condutores obedecessem a sinalização da via e dirigissem com mais cautela”, explica José Carlos de Oliveira, gerente de tráfego.
Serviços em pista
Os atendimentos prestados pelas equipes da Arteris Fernão Dias funcionam 24 horas por dia. O condutor viaja com a certeza de que, caso ocorra alguma eventualidade na rodovia e seja necessário atendimento com socorro mecânico ou médico, pode solicitar os serviços da concessionária. Para isso, as equipes da Arteris estão treinadas para prontamente atender os usuários.
Para atendimento a concessionária disponibiliza além dos 14 guinchos leves, três guinchos médios, três guinchos pesados e três guinchos superpesados que operam na rodovia. A concessionária também possui um convênio de prestação de serviços com empresas de remoção para dar mais agilidade aos atendimentos. Ainda fazem parte dos recursos operacionais 12 ambulâncias de resgate e seis ambulâncias equipadas com UTI para atendimento pré-hospitalar de urgência. Mais 13 viaturas de inspeção de tráfego e veículos operacionais de apoio ao combate a incêndio que percorrem constantemente a rodovia.
Para informações sobre as condições de tráfego, os usuários da Fernão Dias podem consultar o site da concessionária www.autopistafernao.com.br ou entrar em contato por meio do 0800 283 0381 e do 0800 717 1000* (para usuários com deficiência auditiva ou da fala; não aceita chamadas de celulares e telefones convencionais). Nosso objetivo é garantir rodovias seguras e que ofereçam aos usuários melhores e confortáveis condições para chegar até o seu destino”, salienta Tamm.

Luiza Gabrielle Brunhara
Analista de Comunicação
Arteris Comunicação




MAX

PW (1)

anuncie