Slide Show


 

Banner

Professores da rede estadual de Perdões manifestam-se contra o descaso do governo referente os salários

Publicado em: 25/06/2018 às 13:41 - Categoria Matéria de Capa - Edições Anteriores
Total de visualizações: 58

No dia 19 de junho, terça-feira, às 17 horas, na Praça 1º de Junho -Berimbau, na cidade de Perdões, professores/trabalhadores da educação da rede estadual de Perdões com o apoio e presença de educadores das cidades vizinhas como Cana Verde e Santo Antonio do Amparo realizaram uma Manifestação por falta de pagamento dos salários pelo Governo.
Desde 2016 o governo tem feito o pagamento de forma escalonada. A primeira parcela deste mês foi paga para apenas uma parte dos servidores de educação.
Esta é a segunda vez que os profissionais da educação entram em greve neste ano. Segundo professores, além de pagar apenas a metade da parcela prevista para o 5º dia útil de junho, o governo do estado informou que não tem dinheiro em caixa para pagar o restante.
A primeira paralisação foi entre os meses de março e abril e durou 43 dias. A reivindicação na época era o pagamento do piso nacional. Agora os professores pedem para que o governo cumpra no mínimo o pagamento do salário escalonado nas datas definidas pelo próprio governo.
Os professores pedem para que o governo volte a fazer o pagamento dos salários sem parcelar.
Os professores da rede estadual de Perdões saíram da Praça 1º de Junho em passeata com cartazes de protesto, seguindo pela Rua Sete de Setembro e Avenida Régis Bittencourt, tendo o apoio, inclusive de alunos da Escola Estadual Carmelita Carvalho Garcia.
É importante o apoio da população aos professores e segundo eles, darão a resposta nas urnas.


Por Regina Bertoni

 


MAIS LIDAS


anuncie