Slide Show


 

Banner

(publicidade) GAYA: um presente para Perdões

Publicado em: 11/09/2017 às 11:27 - Categoria Eventos
Total de visualizações: 770

Mariane Vasconcelos Campos é uma mulher empreendedora que gosta e acredita no potencial da cidade de Perdões.
No dia 02 de setembro, sábado, a loja foi inaugurada com muita alegria e emoção, pois Mariane além de gostar muito do segmento de acessórios, percebeu a carência que a cidade apresentava, e segundo ela, verificou que suas amigas também sentiam essa falta.
Quando mais nova, ela entrou na produção de bijouterias e isso lhe despertou mais interesse e desde que veio morar em Perdões, sempre quis ter uma loja.
A reportagem do Jornal VOZ entrevistou essa mulher de sorriso aberto e franco, casada com Raimundo Custódio Evangelista, administrador e sócio da Rede Graal; mãe da Maria Luísa, 10 anos.
Durante a entrevista, ao seu lado estava o seu braço direito e do seu marido, amigo e tio de Mariane, Emílio Vasconcelos. Ela destaca que o mesmo é fundamental em suas decisões profissionais.
Acompanhou tudo desde a obra, as compras, ideias e sugestões.
Jornal VOZ: Como surgiu a ideia desse nome – GAYA?
Mariane: Minha filha estava estudando sobre os deuses da mitologia grega e nos interessamos pela deusa Gaia e fomos pesquisar sobre ela – Deusa da Terra,representada como uma mulher gigantesca e poderosa. Uma deusa muito bonita.
Acatando a sugestão da designer que fez a logomarca, colocamos o nome com Y.
Jornal VOZ: Quais os acessórios que podemos encontrar na loja?
Mariane: Bijouterias, semijoias, bolsas, cintos, carteiras, lenços e lingeries.
Jornal VOZ: Podemos constatar que a loja é bem estruturada, com instalações modernas. È para um público específico?
Mariane: Não! Estamos trabalhando para todos os públicos e estilos. Temos todas as faixas de preços.
Além das vendas à vista, cheque, faremos parcelamento em cartão de crédito.
Jornal VOZ: Ser empreendedora é uma vocação?
Mariane: Acredito que sim! Sou de uma família de comerciantes – meu avô, meus tios, além de estar no sangue, encontrei-me com um grande comerciante e empreendedor que é meu marido Raimundo, que desde pequeno no estado do Ceará, já tinha atribuições com os negócios da fazenda, da roça.
Jornal VOZ: Você se considera uma perdoense de coração?
Mariane: Com certeza, meus irmãos, o Júnior que é um pai para mim, todos moram nessa cidade e aqui temos os nossos trabalhos, os nossos amigos.
A gente vê que as pessoas de Perdões prestigiam a própria cidade. Então, eu quis prestigiar também a cidade que essas pessoas amam.
Jornal VOZ: Há mais projetos para essa loja?
Mariane: Sim! Vamos ter novidades sequenciais.
Destaco que procuramos buscar acessórios diferenciados, mas que atenda todas as mulheres que fazem questão de valorizar a sua beleza, o seu visual.
As marcas escolhidas para trabalharmos são diferentes do que já se tem no mercado da cidade.
O ponto chave da minha pesquisa foi a qualidade e com essas marcas diferenciadas, com faixas de preços diferenciados também, vamos atender bem as mulheres de todas as idades de Perdões.
Acredito que os acessórios são para complementar, valorizar, a beleza única que cada mulher já tem, sempre…
Na oportunidade convido a todos para uma visita.


MAIS LIDAS


anuncie