15 de Junho – Dia Mundial da Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa

21 de junho de 2020 16:04 56

O Dia Mundial da Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa, dia 15 de junho, representa um dia do ano em que o mundo inteiro manifesta sua oposição aos abusos e sofrimentos causados às nossas gerações mais velhas. O Estatuto do Idoso (Lei 10.741, de 2003) considera violência contra o idoso qualquer ação ou omissão que lhe cause morte, dano ou sofrimento físico ou psicológico.
A violência contra o idoso é uma questão social global que afeta a saúde e os direitos humanos de milhões de idosos em todo o mundo e que merece a atenção da comunidade internacional.
Até bem pouco tempo esse grave problema social era oculto à vista do público, sendo considerado um assunto privado e ignorado pelas sociedades mundiais.


Atualmente, os abusos contra os idosos ainda são negligenciados, não chegam ao conhecimento das autoridades.
Quanto aos tipos de violência contra as pessoas idosas, a mais comum é a negligência, quando os responsáveis pelo idoso não lhes oferecem cuidados básicos de higiene e saúde. Temos também o abandono, que acontece quando há omissão dos familiares ou responsáveis, bem como dos órgãos governamentais, na prestação de socorro ao idoso que precisa de proteção. A violência física ocorre quando é usada a força para obrigar os idosos a fazerem o que não desejam, ferindo, provocando dor, incapacidade ou mesmo a morte. Há, ainda, a violência psicológica ou emocional, como xingamentos e constragimentos que prejudicam a autoestima ou o bem-estar do idoso. E não podemos deixar de citar a violência financeira, que é a exploração imprópria ou ilegal dos idosos ou o uso não consentido de seus recursos financeiros e patrimoniais.


E neste tempo de pandemia do COVID-19, precisamos ressaltar que as pessoas idosas fazem parte do grupo de grande vulnerabilidade ao contágio da doença. Além disto, a pandemia tem colocado as pessoas mais velhas em maior risco de discriminação, de isolamento e também de violência.
Lembremos que os idosos têm os mesmos direitos à vida e à saúde que todos os outros cidadãos e que as decisões em torno dos cuidados médicos que salvam vidas devem respeitar os direitos humanos e a dignidade de todos, não relegando ao segundo plano os cuidados com os idosos.
Finalizando, merece ser destacado sobre a importância da adoção de medidas para prevenir e identificar situações de violência, negligência e abuso contra os idosos. A violência e o abuso contra o idoso devem ser denunciados às unidades municipais de saúde, Policia Militar, Ministério Público ou através do disque 100 (atendimento telefônico para receber denúncia de violação a direitos humanos).
Que lembrando o dia 15 de junho possamos nos conscientizar sobre a violência contra a pessoa idosa e que possamos estar atentos às pessoas mais velhas, no sentido de garantir-lhes bem-estar e a segurança.

por Paróquia Nossa Senhora das Graças/ Colaboradora:Joana D´Arc do Carmo Eurico Morais Penido

Compartilhe este artigo