Perdões na luta e prevenção contra o Coronavírus

4 de maio de 2020 15:15 245

Aumenta os casos confirmados de COVID-19 em Perdões

A Prefeitura Municipal de Perdões desde o início do anúncio da pandemia do Coronavírus pela OMS – Organização Mundial de Saúde, mobiliza servidores municipais que juntos – fiscalizam, monitoram e orientam a população de Perdões e visitantes sobre os cuidados para que o vírus não se espalhe em nosso município.


Além dos servidores municipais estarem nas ruas e em pontos estratégicos da cidade, uma das formas de orientação, recomendação e esclarecimentos têm sido as ‘lives’ na página da Prefeitura de Perdões no facebook.


Comerciantes, comerciários, prestadores de serviços, agentes de saúde, enfim, vários segmentos da sociedade, durante a transmissão dessas ‘lives’ perguntam, respondem, tiram dúvidas sobre os Decretos e ações para combater o Covid-19.
Até o fechamento dessa edição (quarta-feira, 29 de abril) o Decreto nº4.219/2020 de 21 de Abril de 2020, autoriza a abertura do comércio com algumas restrições e o uso obrigatório de máscara de proteção para toda população.


Perdões está com 7 casos confirmados de Coronavírus, sendo que desses 7, dois já estão curados; 10 pessoas estão em monitoramento domiciliar; 01 aguardando resultado, 23 foram descartados laboratorialmente e nenhuma pessoa em internação hospitalar.
Ressaltando que nosso município já está com transmissão local do vírus. Ele está circulando em nosso meio.


As palavras mais usadas nesse período – quarentena, distanciamento social e isolamento.
O que significa cada uma?
Quarentena é a restrição de atividades ou separação de pessoas que foram presumivelmente expostas a uma doença contagiosa, mas que não estão doentes (porque não foram infectadas ou porque estão no período de incubação).
A quarentena pode ser aplicada em nível individual, como por exemplo: para uma pessoa que volta de viagem ou para contatos domiciliares de caso suspeito ou confirmado de coronavírus; ou em nível coletivo, como por exemplo: quarentena de um navio, um bairro ou uma cidade, e geralmente envolve restrição ao domicílio ou outro local designado. Pode ser voluntária ou mandatória.
Distanciamento social é a diminuição de interação entre as pessoas de uma comunidade para diminuir a velocidade de transmissão do vírus. É uma estratégia importante quando há indivíduos já infectados, mas ainda assintomáticos ou oligossintomáticos, que não se sabem portadores da doença e não estão em isolamento. Esta medida deve ser aplicada especialmente em locais onde existe transmissão comunitária, como é o caso do Brasil, quando a ligação entre os casos já não pode ser rastreada e o isolamento das pessoas expostas é insuficiente para frear a transmissão.
Isolamento é uma medida que visa separar as pessoas doentes (sintomáticos respiratórios, casos suspeitos ou confirmados de infecção por coronavírus) das não doentes, para evitar a propagação do vírus.
O isolamento pode ocorrer em domicílio ou em ambiente hospitalar, conforme o estado clínico da pessoa. Essa ação pode ser prescrita por médico ou agente de vigilância epidemiológica e tem prazo máximo de 14 dias. Na prescrição do isolamento o paciente deve assinar um termo de consentimento livre e esclarecido e seguir as orientações para evitar o contágio de seus contatos domiciliares.(dados TeleSaúde).


Vamos todos fazer a nossa parte para que a nossa vida possa prosseguir normalmente o mais rápido possível.

Compartilhe este artigo